Escolha uma Página


Dia – 10/07/2021 Local – Ponte Hercílio Luz, Florianópolis (SC) Horário – 10h

Realização – Observatório do Petróleo e Gás e Instituto Arayara

Atividades – Colocação de faixas, sensibilização e mobilização da sociedade para os extremos riscos sociais, ambientais e econômicos da exploração de petróleo no litoral de SC
Contatos no local – Suelita Racker (Dir.Inst. Arayara – 41- 98887-2352) e Marcos Espíndola (Assessor – 48- 99919-1525). Assessoria de imprensa – Carlos Tautz – 21-99657-8835
Contexto – O governo federal, através da Agência Nacional do Petróleo (ANP), pretende realizar a 17ª Rodada de Licitações e vender áreas para exploração de gás e petróleo em quatro bacias sedimentares marítimas, entre elas Santos e Pelotas, no litoral catarinense, em outubro de 2021.

  • O Instituto Arayara evidencia vários problemas no processo licitatório, além do fato de a exploração de petróleo causar atividade sísmica; colisão com embarcações ocasionando vazamentos de óleo; introdução de espécies exóticas invasoras; impacto na fauna e flora marinha; impacto na economia (pesca e turismo). A sociedade catarinense não sabe o que está acontecendo, pois apenas uma audiência pública foi realizada.
  • Em 25 de junho, a juíza Marjôrie Cristina Freiberger, da 6ª Vara da Justiça Federal em Florianópolis (SC), excluiu da 17ª Rodada (a ser realizada em 7 de outubro) a oferta dos blocos localizados no litoral de SC, até que sejam elaboradas Avaliações Ambientais de Áreas Sedimentares. A decisão atendeu pedido do Instituto Arayara, em ação civil pública com participação do Observatório do Petróleo e Gás, Observatório do Clima e da COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil (mais informações em https://arayara.org/decisao-da-6a-vara-da-justica-federal-de-florianopolis-suspende-ofertas-de-blocos-da-bacia-de-pelotas-na-17a-rodada-de-licitacoes-de-petroleo-e-gas-natural ).Use máscara, álcool em gel e mantenha a distância segura recomendada pelas autoridades.

MarSemPetróleo #LeilãoFóssilNão #ObservatóriodoPetróleo #InstitutoArayara #EmDefesaDaVida

Compartilhe a informação.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •