Um março histórico para ARAYARA - Instituto Internacional Arayara
+55 (41) 9 8445 0000 arayara@arayara.org

Coordenador técnico John Wurdig enumera ações e comemora 30 anos da organização

O coordenador técnico da ARAYARA, o engenheiro ambiental e ativista John Wurdig, escreveu um texto que evidencia o quanto a organização tem feito nos últimos tempos. Confira:

Então, as águas de março estão se renovando e anunciando o mês de abril!

Para nós, do Instituto Internacional Arayara, o ano de 2022 é de muitas comemorações. Estamos completando 30 anos de atuação em defesa da vida e do meio ambiente. Este ano o mês de março ficará registrado em nossa história como um marco relativo às inúmeras conquistas junto de todos, de todas as diversas pessoas que representam nossa instituição (diretoria, equipe técnica, de comunicação, jurídico, apoiadores locais, voluntários, populações tradicionais, lideranças comunitárias, ativistas ambientais e climáticos, lideranças políticas que defendem o meio ambiente, a população diretamente atingida por empreendimento fósseis e mobilizadores locais, regionais e internacionais). A seguir, destaco pontos que para mim são vitórias:

– 01.03.2022 – Retomada da Campanha Não Fracking Brasil – sobre os riscos e preocupações do Fracking no Brasil, destacando os 10 principais impactos desta atividade de exploração de gás. Em fevereiro de 2022 foi anunciado pela Empresa Eneva o projeto de 10 poços na Bacia do Parnaíba, sob a alcunha de Hub de gás em São Luíz (MA) no Porto de Itaqui;

– 08.03.2022 – Mobilização no dia internacional da mulher e homenagem às mulheres que defendem a qualidade de vida de suas famílias em territórios impactados pela atividade de extração do carvão mineral no Brasil;

– 09.03.2022 – Postagem de cards sobre a poluição dos rios da Bacia Carbonífera de SC pela contaminação dos resíduos de drenagem ácida de mineração provocada por carvão mineral;

– 09.03.2022 – Participação no Ato pela Terra em Brasília;

– 10.03.22 – Protocolização no Supremo Tribunal Federal da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra a Lei 14.299 de 05 de janeiro de 2022;

-14.03.2022 – Arquivamento definitivo pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler (FEPAM) do processo de licenciamento ambiental relativo ao EIA/RIMA do licenciamento prévio de lavra de carvão com recuperação de área degradada, do empreendedor Copelmi Mineração Ltda do Projeto denominado Mina Guaíba;

– 16.03.2022 – Realização da live sobre  a Ação no STF contra a Lei Pró Carvão do Governo Federal que concedeu benefícios fiscais e recursos financeiros para o Complexo Termelétrico a Carvão Mineral de Jorge Lacerda, localizado em Capivari de Baixo/SC, maior emissor dos gases de efeito estufa da Região Sul do Brasil;

– 16.03.2022 – Mobilização pelo dia Nacional da Conscientização sobre as Mudanças Climáticas;

– 17.03.2022 – Entrevista do diretor Juliano Bueno para a Rádio Marconi da cidade de Urussanga/SC sobre a Ação Direta de Inconstitucionalidade movida no STF pelo Instituto ARAYARA e partidos políticos PSol, PSB e Rede contra a Lei Federal no 14.299/22;

– 21.03.2022 – Mobilização pelo Dia Internacional da Luta contra a Discriminação Racial;

– 22.03.2022 – Realização da live do Dia Mundial da Água: Vampiros Hídricos e Combustíveis Fósseis;

– 24.03.2022 – Participação na audiência pública sobre os valores firmados no processo do maior desastre ambiental do Paraná, o desastre ambiental de Araucária. Este vazamento de petróleo aconteceu em 16 de julho de 2000, no duto ligado à Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, região metropolitana de Curitiba;

– 24.03.2022 – Participação da equipe executiva da Arayara e realização de apresentação técnica no  5o. Workshop de Expansão do Gás Natural na Cadeia Energética;

– 25.03.2022 – Participação e contribuições técnicas na Audiência Pública 05/2022 da ANP referente ao pré-edital da Oferta Permanente sob o regime de Partilha de Produção, cujo comunicado foi publicado no Diário Oficial da União em 22 de fevereiro de 2022, assim autorizando a licitação de 11 blocos sob o regime de partilha de produção no sistema de Oferta Permanente e aprovando os parâmetros técnicos e econômicos, onde foram ofertados os blocos no Pré-Sal denominados: Esmeralda, Água Marinha, Ágata, Bumerangue, Cruzeiro do Sul, Norte de Brava, Sudoeste de Sagitário, Itaimbezinho, Turmalina, Jade e Tupinambá com inúmeras falhas e lacunas nas diretrizes ambientais deste certame;

– 25 e 26.03.2022 – Mobilização e participação da Greve pelo Clima em várias cidades brasileiras e divulgação dos movimentos internacionais;

– 29.03.2022 – Engajamento, mobilização e divulgação da audiência pública a ser realizada em 04.04.2022 na Câmara de Vereadores de Macaé/RJ sobre o Complexo Termelétrico e seus impactos à saúde da população e à escassez de água no Rio Macaé;

– 30.03.2022 – Acompanhamento do julgamento no STF da votação da “Pauta Verde”.

O sentimento é de gratidão e cada vez mais temos a certeza que estamos no caminho certo, lutando e resistindo por um mundo mais justo, sustentável, igualitário e com a preservação do meio ambiente e o respeito a todes! Um forte abraço!