Escolha uma Página

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado todos os anos em 5 de junho em todo o mundo. O dia é considerado um dos mais marcantes para a ação ambiental e para a conscientização das pessoas.

Este ano, quando vemos o Brasil bater recordes de desmatamento além do desmonte de leis e órgãos de defesa do meio ambiente, o resto do mundo parece acordar para o momento em que o planeta precisa, mais do que nunca, de ações de preservação.

Anualmente, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) organiza uma série de eventos relacionados ao tema. Este ano, o Paquistão está sediando o Dia Mundial do Meio Ambiente, com o lançamento oficial da Década das Nações Unidas para a restauração dos ecossistemas.

História do Dia Mundial do Meio Ambiente

A Assembleia Geral da ONU estabeleceu o Dia Mundial do Meio Ambiente no primeiro dia da Conferência de Estocolmo sobre Meio Ambiente, realizada na Suécia de 5 a 6 de junho de 1972.

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi celebrado pela primeira vez no ano de 1974 com o tema ‘Só Uma Terra’. Com o passar dos anos, países se reuniram para a celebração do Dia do Meio Ambiente todos os anos.

Tema e significado do Dia Mundial do Meio Ambiente de 2021

Em meio à pandemia, o tema do 47º Dia Mundial do Meio Ambiente é ‘Restauração do Ecossistema’. Este dia importante dará início à Década das Nações Unidas para a Restauração do Ecossistema (2021-2030) para reviver hectares de terra de florestas a fazendas, do topo das montanhas às profundezas do mar.

O ano de 2030 é o prazo final que cientistas identificaram como sendo a última chance de evitar mudanças climáticas catastróficas. A década 2021-2030 é o período para que as nações encontrem seus caminhos para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A proposta é fazer um chamado urgente para recuperar os ecossistemas danificados, degradados e desmatados, cujos números assustam: de acordo com um levantamento do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente mais de 4,7 milhões de hectares de florestas são perdidos todos os anos no mundo.

Enquanto isso, a Década da ONU tem como objetivo aumentar em massa a restauração de ecossistemas degradados e destruídos para evitar a perda de um milhão de espécies e aumentar a segurança alimentar. Como o nome sugere, a restauração do ecossistema visa prevenir, deter e reverter os danos causados ​​pela humanidade.

Isso só pode acontecer com medidas que incluam o plantio de árvores, o enverdecimento de cidades, a limpeza de rios e costas e o reflorestamento de jardins, além da transição justa para modelos renováveis de energia. A pandemia lembrou à humanidade os danos que causamos à natureza e como é importante proteger o meio ambiente.

Para acompanhar o lançamento do evento virtual a ONU publicou o relatório global sobre a restauração.

“A restauração do ecossistema é uma das formas mais importantes de fornecer soluções baseadas na natureza para a insegurança alimentar, mitigação e adaptação às mudanças climáticas e perda de biodiversidade. Não será rápido ou fácil e exigirá mudanças profundas em tudo, desde a forma como medimos o progresso econômico até como cultivamos alimentos e o que comemos. Mas a beleza da restauração de ecossistemas é que ela pode acontecer em qualquer escala – e todas as pessoas têm um papel a cumprir”, destaca parte do documento.

Compartilhe a informação.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •